Era uma vez uma árvore abandonada, uma “ilustre” desconhecida, num terreno na esquina da Avenida Independência com a Rua Moraes Barros, cheio de entulhos… Um grupo de amigos do Bairro Alto resolveu limpar o terreno carregando os entulhos numa Kombi cedida por “Paulinho Gavião” (foram diversas viagens), e começaram a cuidar do local e da árvore Sapucaia. A primeira iluminação aconteceu no dia 06/dez/1996 (21h00m.) com mais de 40.000 lâmpadas doadas por moradores do Bairro Alto. O terreno se tornou praça e, politicamente, o grupo de amigos conseguiu colocar naquele lugar o nome do saudoso fotógrafo Cícero Correa dos Santos. O grupo de amigos se autodenominou “Amigos da Sapucaia”. Célia Signorelli, filha do fotógrafo Cícero participou de toda essa história. Hoje a árvore é tombada pelo patrimônio histórico e imune ao corte. O Movimento Cultural Sapucaia está registrado na “Gazeta da Cidade Alta”, cujo acervo está carinhosamente guardado em documento físico na casa de um amigo fora da cidade de Piracicaba e em arquivo eletrônico compartilhado entre os integrantes da Equipe Amigos da Sapucaia. A história recente está registrada nos jornais da nossa cidade e em vídeos de diversas emissoras de televisão, o que pode ser facilmente constatado através de visita ao nosso site, ao You Tube e ao Google, além dos sites que constam como parceiros no rodapé da nossa Home Page.

Categories: Fotos, slides